Como usar corticóides de forma segura

Os corticóides são um grupo de substâncias com ação antiinflamatória no organismo. Sua ação é bastante potente e eficaz numa série de doenças da pele. Podem ser usados na forma de pomadas, cremes, comprimidos ou injeção. Muitas doenças graves, como os pênfigos, só puderam ser manejadas, evitando o óbito dos indivíduos acometidos, após o início da era dos corticóides.
como-usar-corticoides

Na prática dermatológica, os cremes e pomadas de corticóide são usados para tratamento de alergias, eczemas, dermatites, irritações e inflamações na pele. Estão presentes num grande número de pomadas vendidas sem receita, nas farmácias. Quando o seu uso é orientado por um dermatologista, só trazem benefícios.

O grande problema é quando tiramos aquela pomadinha da gaveta, e que tinha sido usada com sucesso em alguma lesão antiga, e que agora passamos a usar numa nova lesão, que supomos erroneamente ser da mesma natureza. Corremos o risco de agravar um herpes, alastrar uma infecção bacteriana, ou ainda mascarar uma micose. Além disso, quando a lesão chega ao dermatologista parcialmente “tratada”, o seu diagnóstico correto fica muito mais difícil.

Outra prática comum é o uso de corticóide na pele por um longo período de tempo, levando a efeitos adversos, como atrofia, estrias e vasinhos dilatados, sem falar na perda do efeito da pomada com o tempo.

O uso de corticóide via oral deve ser muito bem orientado, pois os efeitos sistêmicos a longo prazo podem ser ainda mais graves, como indução de catarata, pressão alta, diabetes e osteoporose.

Portanto, use as formulações contendo corticóide exatamente como seu dermatologista prescreveu.

Deixe seu comentário ou dúvida

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp